> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa noite
Terça-Feira , 21 de Novembro de 2017
>> Educação Infantil
   
 
O jogo, a construção e o erro: considerações sobre o desenvolvimento da linguagem na criança pré-escolar

Ester Miriam Scarpa



O desenvolvimento da linguagem é um assunto bastante discutido por quem trabalha com Educação Infantil, mesmo porque é nesse período de vida que nos deparamos mais fortemente com o processo de aquisição da linguagem oral.

Como nós, educadores, podemos contribuir para facilitar esse processo? Nesse texto, você encontrará uma forma de ver o jogo, a construção e o erro na aquisição da linguagem oral como possibilidades de facilitar o trabalho do professor com a criança na faixa etária de zero a seis anos e em alfabetização. A autora também sugere o jogo como uma situação que propicia o trabalho de desenvolvimento da capacidade narrativa.

Clique aqui para ler o texto na íntegra. Para isso você precisa ter o programa Acrobat Reader. Para instalá-lo, clique aqui.

"A linguagem não está solta no mundo, não é uma coisa em si. Em outras palavras, não é um instrumento neutro de comunicação de que se lança mão para se veicular significados e informações. Na verdade, a linguagem é eivada de interações sociais e de história e não é nada neutra. Por outro lado, do ponto de vista de sua aquisição, a linguagem é atividade constitutiva do conhecimento do mundo pela criança. É o espaço em que esta se constitui como sujeito e em que o conhecimento do outro e do mundo é segmentado e incorporado. Linguagem e conhecimento do mundo estão intimamente relacionados e ambos passam pela mediação do outro, do interlocutor. Os objetos do mundo físico, os papéis no diálogo e as próprias categorias lingüísticas não existem a priori, mas se instauram através da interação entre a criança e seu interlocutor básico."

"...o desenvolvimento lingüístico não é um processo linear, nem cumulativo. Ele é cheio de idas e vindas, de coordenações, de novas adaptações, de checagem de várias eficácias. Na linguagem, a criança está se formando como sujeito, enquanto procede à objetivação da própria linguagem, em situações dialógicas (relativo ao diálogo eu-outro) e partilhadas."

"...o ´erro´ é constitutivo do processo de acerto, isto é, da construção do aprendizado. Por isto a palavra erro, neste artigo, é propositadamente colocada entre aspas. É uma palavra inadequada, usada quase que metaforicamente, pela falta de um termo melhor. Na construção da linguagem, não há erros propriamente, mas expressões externas de hipóteses sucessivas elaboradas pela criança na construção de sistemas e subsistemas comunicativos e lingüísticos."

Publicação: Série Idéias n. 10. São Paulo: FDE, 1992.
Páginas: 54 a 64

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





 Download do      arquivo

Clique aqui para baixar o Acrobat Reader