> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa noite
Sábado , 24 de Setembro de 2022
>> Notícias
   
 
Teoria alternativa sobre morte dos dinossauros


Folha Online - 28.10.09

Cientistas apontam teoria alternativa sobre morte dos dinossauros


JEFF HETCH
colaboração para a New Scientist

Nós erramos a real causa da morte dos dinossauros? Nesta semana, Sankar Chatterje, da Universidade Texas Tech, disse à Sociedade Geológica da América que a colisão fatal teria sido causada por um objeto de 40 km de diâmetro, que abriu um buraco de 500 km ao oeste da plataforma continental da Índia, denominada como estrutura Shiva.

Isso seria, de longe, o maior impacto conhecido em toda a história terrestre, superando a cratera de 300 km de diâmetro de Vredfort, formada há 2,02 bilhões de anos na África.

Reprodução

Impacto de objeto celeste sugerido por cientista seria o maior já conhecido em toda a história terrestre

"Os dinossauros foram realmente azarados", disse Chatterje. Se ele estiver certo, os indicativos estariam aquém da realidade. Ele marca a data da estrutura de Shiva simultaneamente a outros dois cataclismos que também são atribuídos à morte dos dinossauros: o impacto de um asteroide que formou uma cratera de 170 km em Chicxuclub, ao longo da costa do México, e às erupções vulcânicas massivas que formaram o depósito vulcânico de Deccan, na Índia.

Na verdade, Chatterjee disse aos geólogos que o impacto em Shiva provavelmente ocasionou algumas erupções que devastaram o Deccan com uma inundação de lava.

Mas suas palavras não convenceram os demais geólogos que traçaram os escombros de Chicxulub em todo o mundo. Uma recente revisão acerca das idades de crateras na revista "Earth and Planetary Science Letters" apontou a Chicxulub como a maior conhecida nos últimos bilhões de anos.

Mais de 95% dos cientistas da Terra estão convencidos de que o impacto mexicano foi o responsável pela extinção em massa, disse Sean Gulick, da Universidade do Texas. E um dos poucos céticos em relação ao impacto de Chicxulub, Gerta Keller, da Universidade de Princeton, classificou a ideia de Shiva como "absurda", afirmando que a evidência de Chatterjee para a cratera não apontam claramente para um impacto. Steven D'Hondt, da Universidade de Rhode Island, disse que os efeitos de Chicxulub, por si só, foram suficientes para explicar o fim da era dos Cretáceos.

De fato, D'Hondt e outros não estão convencidos de que a estrutura de Shiva é realmente uma cratera, simplesmente porque ela não cumpre as normas necessárias para ser listada na base de dados que encobre mais de 170 impactos terrestres de crateras.

Isso não acontece por falta de esforço de Chatterjee: um artigo na Wikipedia lista um documento apresentado por ele em uma conferência, na qual ele defendeu a mesma ideia, 12 anos atrás. E ele não está desistindo. Um comunicado diz que ele planeja examinar núcleos perfurados em rochas na cratera submersa, em situação que espera provar a sua natureza.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u644346.shtml

New Scientist

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader