> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Bom dia
Terça-Feira , 27 de Setembro de 2022
>> Notícias
   
 
SP treina estudantes em modalidades esportivas


Portal do Governo do Estado de São Paulo - 24.11.09

SP treina jovens estudantes em várias modalidades esportivas

Alunos da rede pública estadual têm aulas gratuitas nos Clubes-Escolas paulistas

Paulo César da Silva/IO
Clube-Escola treina estudantes da rede pública estadual em várias modalidades esportivasDownload Play
AnteriorPosteriorEm tempo de preparação do Brasil para receber a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas no Rio de Janeiro em 2016, os 95 Clubes-Escolas paulistanos esperam ampliar o número de frequentadores. Do popular futebol, passando pelo ciclismo, circo, artes marciais e os tradicionais jogos (vôlei, basquete, tênis) até os menos conhecidos como modelismo, polo aquático e iatismo são alguns dos cursos disponíveis. Todas as atividades esportivas, culturais e recreativas são gratuitas e direcionadas a estudantes da rede pública de ensino que podem frequentar os cursos fora do horário de aulas.

A parceria entre as secretarias da Educação e do Esporte (da Prefeitura e do Estado) atende hoje 230 mil estudantes. A expectativa é atrair os estudantes da rede estadual. Para isso, professores estaduais participaram de videoconferência para divulgar a iniciativa aos estudantes e familiares.

Boa parte dos clubes foi reformada pela Prefeitura de São Paulo, idealizadora do projeto iniciado em maio de 2007, para se transformar em extensão das escolas. O objetivo é ocupar o tempo livre das crianças e adolescentes com atividades que promovam a saúde e o lazer, explica Mauro Castro, administrador do Clube Escola Pacaembu.

Castro acrescenta que durante as atividades os professores do clube ensinam disciplina, respeito ao corpo e ao ser humano. Diz também que a meta não é descobrir e nem fabricar talentos, "mas será possível encontrar novos atletas porque dará oportunidade às crianças e adolescentes de mostrarem o seu potencial.

Como participar

Para os estudantes participarem só é necessário se tornar sócio dos clubes. Para fazer a carteirinha, basta levar comprovante de endereço, RG, foto e fazer exame médico (clínico e dermatológico). As exigências variam de um clube para outro, mas nenhum exige que o aluno more no bairro, onde está localizada a instituição.

Para conhecer esses locais, só é preciso acessar o site da Prefeitura www.prefeitura.sp.gov.br ou se informar na escola onde estuda. É possível encontrar vagas em todos eles. No do Pacaembu, das 240 vagas disponíveis a maioria se concentra nos esportes de quadra, especialmente basquete, handebol e vôlei. Na piscina de 50 metros, há vagas para natação e ainda entrada acessível para pessoas com deficiência.

Já as aulas de tênis são ministradas pelos professores do Instituto Patrícia Medrado, parceiro do programa, que também oferece bolas e raquetes. Leonardo Cardoso, 14 anos, é um dos alunos que nunca faltou. Matriculado na Escola Estadual Miguel Munhoz, o garoto pratica tênis duas vezes por semana. No clube, ainda há outras atividades, como musculação, ioga e pilates com bolas.

Diversidade

A diversidade esportiva e a dimensão do espaço (98 mil metros quadrados) são os destaques do Clube-Escola da Lapa. São 36 modalidades, incluindo tênis, circo, polo aquático, vôlei de areia, capoeira, ginástica olímpica, skate e judô, com vagas em todas as atividades, especialmente no período da manhã.

Modelismo e iatismo

Alguns dos clubes são temáticos, restritos a determinadas práticas esportivas. É o caso do modelismo, no Parque Ibirapuera, e do iatismo, às margens da Represa de Guarapiranga. O futebol tem 23 clubes temáticos. No modelismo, os estudantes têm seis horas de aula (três por dia) para montar o seu modelo com direito a levar para casa como brinde. Depois, se quiser voltar basta trazer o carro, avião ou barco e brincar à vontade na pista de autorama, no lago ou no aeródromo.

A participação nas aulas é previamente agendada pelas escolas interessadas. O local atende 70 crianças por dia, divididas em duas turmas, manhã e tarde. O ônibus que os leva da escola ao Parque do Ibirapuera é custeado pelo programa. As crianças e os professores que os acompanham ganham, além do material a

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=206183&c=6&q=SP+treina+jovens+estudantes+em+várias+modalidades+esportivas

Agência Imprensa Oficial

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader