> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Bom dia
Sábado , 01 de Outubro de 2022
>> Notícias
   
 
Jaguariúna e época de ouro da ferrovia


Portal do Governo do Estado de São Paulo - 11.12.09

Vá a Jaguariúna e conheça a época de ouro da ferrovia
Cidade é uma das poucas a oferecer passeios de Maria Fumaça

Miguel Schincariol
Vista noturna de Jaguariúna, cidade que promove uma das maiores festas de peão do PaísDownload Play
AnteriorPosterior12
12Famosa por promover uma das maiores festa de peão do País, Jaguariúna também é conhecida por preservar o seu patrimônio histórico. Jaguariúna é uma das poucas cidades que ainda oferece passeios de Maria Fumaça. O trem vai até Campinas. A viagem, que dura em torno de três horas e meia e é feita apenas nos finais de semana, é uma verdadeira aula de história. Durante o percurso, monitores especializados contam a história do trem, do café e seus barões e dos trabalhadores dos cafezais. A Maria Fumaça, aliás, já foi cenário de novelas de época, como Terra Nostra, Sinhá Moça e Cabocla.

A antiga Estação Mogiana foi restaurada em 1992 e transformada em Centro Cultural. Lá funciona a Biblioteca Municipal, a Rádio Educativa (Estrela FM) e uma lanchonete. No gramado, foi colocada a réplica de uma caravela, construída em comemoração aos 500 anos de descobrimento do Brasil.

Outra construção da época de ouro da ferrovia é a ponte Pedro Abrucêz, inaugurada em 1875 pelo imperador Dom Pedro II e pela princesa Isabel. Também conhecida como Jatobazeiro foi restaurada e hoje dá acesso aos bairros da cidade, localizados à margem esquerda do rio Jaguari.

Também do século XIX, a matriz centenária Santa Maria tem estilo gótico-bizantino. Ela foi construída em 1895 a pedido do Coronel Amâncio Bueno, na época dono de muitas terras na região.

Parques

Jaguariúna tem também excelentes opções para quem quer curtir a natureza. O Parque Ecológico do Jatobazeiro, que fica ao lado da ponte Pedro Abrucêz, teve a mata ciliar replantada em 80% da área. É um local agradável para curtir um final de tarde esquecer o estresse das cidades. Para quem quer praticar esportes como bocha, malha, caminhada e ciclismo, a dica é o Parque dos Lagos. O local tem ainda dois lagos povocados com peixes, quiosques, playground e até um jardim japonês.

Outro local bastante visitado é o Parque Santa Maria, que até 1999 sediou o Jaguariúna Rodeo Festival. Ali são realizadas festas tradicionais da cidade como Cavalaria Antoniana, Festa Junina das escolas da cidade, Encontro de Motos e Festa do Caminhoneiro, entre outras. O telhado da entrada é uma atração à parte. Sua estrutura foi feita, artesanalmente, com trilhos, remetendo à tradição ferroviária da cidade.

Para preservar a história

Jaguariúna é uma palavra que vem do tupi que significa "Rio das onças pretas". A região era caminho dos bandeirantes e tropeiros. A cidade abrigou colônias de imigrantes portugueses e italianos.

Para recuperar e preservar a história da cidade, a prefeitura criou, em 2008, a Casa da Memória. A instituição reúne em seu acervo documentos que mostram o processo de urbanização, a industrialização, famílias, imigração, movimentos culturais e religiosos.

Jaguariúna Rodeo Festival

O Jaguariúna Rodeo Festival foi apontado como o "Melhor Rodeio do País" pela Confederação Nacional de Rodeio (CNAR). O primeiro rodeio foi realizado em 1989 e reuniu cerca de 18 mil pessoas. De lá para cá, o evento atrai cada vez mais turistas para a cidade que conferir para assistir aos campeonatos de rodeios que reúnem os principais nomes da montaria, shows e bailes sertanejos.

Como chegar

Jaguariúna fica a 113 quilômetros da Capital. Para chegar à cidade, vá pela Rodovia dos Bandeirantes. Após percorrer 37 quilômetros, vire à direita e siga pela SP-330 (Rodovia Anhanguera). Depois de 43 quilômetros, vire à esquerda seguindo pela SP-065 (Rodovia D. Pedro I). Percorra mais quatro quilômetros, vire à direita e pegue a SP-340 (Rodovia Governador. Dr. Adhemar Pereira de Barros). Rode mais 17 quilômetros, vire à direita e siga pela SP-095. Dirija por mais três quilômetros até chegar ao seu destino.

Para saber como está o trânsito nas estradas, acesse os sites da Secretaria Transportes (http://www.transportes.sp.gov.br) e do DE

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=206526&c=6&q=Vá+a+Jaguariúna+e+conheça+a+época+de+ouro+da+ferrovia

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader