> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Bom dia
Sexta-Feira , 07 de Outubro de 2022
>> Notícias
   
 
Escolas se preparam para a volta às aulas


Portal do Governo do Estado de São Paulo - 05.02.10

Escolas se preparam para a volta às aulas

Governo investe em material, reforma de unidades, merenda e valorização do professor


O ano letivo de 2010 começa já tem início marcado: 18 de fevereiro, logo após o carnaval. Para a volta às aulas, as escolas da rede estão se preparando para receber seus cinco milhões de alunos com o "Programa Preparação do Ano Letivo". Foi preparado um pacote de investimentos no valor de R$ 282 milhões que inclui o "Programa Trato na Escola" e a distribuição de kits de material escolar e esportivo, além de livros didáticos.

Além disso, o ano começa com um aumento de 50% nos recursos destinados a merenda escolar. Os professores também podem contar com a novidade do Valorização por Mérito que poderá, neste ano, beneficiar cerca de 40 mil professores.

Reforma de unidades

O "Programa Trato na Escola" é um projeto especial que tem como objetivo proporcionar que as escolas comecem o ano novo com cara nova, o que envolve desde a pintura dos prédios, projetos paisagísticos, pequenos reparos até a higienização das unidades. O investimento neste projeto é de R$ 65 milhões, repassados a toda rede estadual.

No começo do ano, também foram assinados convênios com 28 municípios do interior, litoral e Grande São Paulo para investimento de R$ 72 milhões em obras e reformas de unidades escolares.

Em 2009, o Governo do Estado realizou 15.693 intervenções em todo Estado, entre construções de novas escolas, ampliações e reformas, totalizando um investimento de cerca de R$ 2,5 bilhões.

Material Escolar

Cada aluno receberá um kit composto por caderno, caneta, lápis preto e colorido, apontador, borracha, régua e mochila. Cada kit custou à pasta cerca de R$ 27, totalizando um investimento de R$ 120 milhões. Para adquirir o mesmo material, comprado individualmente em papelarias comuns, os pais teriam de desembolsar até R$ 110.

Além do material de uso pessoal, os alunos também terão livros novos. Para a produção do Caderno do Aluno, material didático elaborado pela Secretaria e distribuído às escolas da rede com os conteúdos das matérias, foram investidos R$ 77 milhões. A cada bimestre, os alunos receberão um exemplar por disciplina. Já o "Programa Ler e Escrever", destinado ao aceleramento da alfabetização das crianças de 1ª à 4ª séries, recebeu reforço de R$ 8,5 milhões para aquisição de novos materiais.

Em 2010, o governo do Estado continua investindo e incentivando a prática de esporte nas escolas que receberam 4.662 kits compostos por um par de traves de futebol, um par de redes para futebol, dois postes de vôlei com duas antenas e um par de redes de vôlei com kit de fixação, bolas de vôlei, futsal, handball e basquete. O investimento é de R$ 11 milhões.

Merenda Escolar



O valor de recursos para a merenda dos alunos de escolas de Ensino Fundamental enviado às prefeituras passou de R$ 0,15 aluno/dia para R$ 0,22 aluno/dia - um aumento de 50% em todo o Estado de São Paulo.

Além disso, as turmas do Ensino Médio e do Ensino de Jovens e Adultos (EJA) também receberão verbas no mesmo valor do Governo do Estado para a compra de alimentos. No total, cinco milhões de crianças e jovens serão beneficiados. São Paulo é o único estado que suplementa os recursos enviados pelo Ministério da Educação para a merenda escolar.

Com as medidas, o investimento do Governo do Estado no Programa de Alimentação Escolar vai passar dos atuais R$ 54 milhões para R$ 124 milhões - um aumento de 130%.

Valorização por Mérito

O Programa de Valorização pelo Mérito, que possibilita aos professores a chance de quadruplicar, ao longo da carreira, o salário inicial, poderá beneficiar este ano mais de 40 mil professores.

Para obter o benefício, é necessário que os professores cumpram uma permanência na escola, tirem nota mínima no exame anual e tenham boa assiduidade. Os professores que atingirem essa meta poderão receber 25% de promoção salarial. A cada ano, o programa poderá beneficiar 20% do corpo docente. As primeiras provas aconteceram em janeiro.

Do Portal do Governo do Estado de S

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=207642&c=6&q=Escolas+se+preparam+para+a+volta+às+aulas

Secretaria da Educação

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader