> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa noite
Sábado , 01 de Outubro de 2022
>> Notícias
   
 
Acervo Guilherme de Almeida


envolverde.com.br - 19.02.10

Acervo Guilherme de Almeida

Pinacoteca expõe acervo modernista da Casa Guilherme de Almeida

O museu biográfico e literário Casa Guilherme de Almeida – que se encontra em fase de adequação para reabertura à visitação pública, prevista para o final de março – selecionou 12 obras de seu acervo de arte para integrarem temporariamente a exposição de arte modernista na Pinacoteca do Estado.

A partir do dia 13 de fevereiro, e até o dia 14 de março, o público frequentador da Pinacoteca poderá apreciar uma parte significativa do acervo modernista de arte do museu Casa Guilherme de Almeida, antiga residência do poeta modernista. São 12 obras de importantes artistas ligados ao modernismo brasileiro, entre eles Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Gomide, Brecheret e Lasar Segall. (Veja, no final deste informe, a relação completa das obras, com seus respectivos dados.)

As obras integrarão, durante o período mencionado, o circuito da exposição de longa duração do acervo da Pinacoteca, no segundo andar do edifício. A proposta da mostra temporária e a seleção das obras que a compõem se deu por entendimentos entre as direções de ambos os museus, pertencentes ao Estado de São Paulo e subordinados à UPPM – Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico, da Secretaria de Estado da Cultura.

A exposição de obras modernistas da Casa Guilherme de Almeida na Pinacoteca antecede a reabertura da Casa à visitação pública, prevista para o final do mês de março, após ações de adequação do museu, em andamento. Está sendo programada, para os dias 27 e 28 de março, sábado e domingo, uma série de eventos comemorativos da reinauguração da Casa, a serem realizados no próprio local e em outras unidades administradas pela Poiesis – Organização Social de Cultura: o Museu da Língua Portuguesa e a Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura.

Breve biografia de Guilherme de Almeida

Guilherme de Almeida nasceu em Campinas, SP, em 24 de julho de 1890, e faleceu em São Paulo, em 11 de julho de 1969, em sua residência da rua Macapá (hoje Casa Guilherme de Almeida). Foi um dos mentores do movimento modernista que culminou na famosa Semana de 1922, da qual participou ativamente. Dotado de reconhecido domínio técnico, o poeta transitou com igual competência por modelos composicionais diversos. Sua obra abarca extensa produção poética, assim como imensa produção em prosa (marcadamente na forma de crônicas e de artigos críticos sobre cinema, publicados em periódicos). Eleito “Príncipe dos Poetas Brasileiros” em 1959, membro das Academias Paulista e Brasileira de Letras, o escritor atuou, ainda, em diversas vertentes da arte, como o desenho, a heráldica e o cinema. Como tradutor, Guilherme costuma ser lembrado pela excelência de suas realizações.

Sobre Baby de Almeida

Belkiss Barrozo do Amaral (Baby) nasceu em 29 de abril de 1901, em Quixadá, CE, e faleceu em 27 de setembro de 1988, em São Paulo, SP. Leitora de Guilherme de Almeida, casou-se com ele, em 1923, após manterem correspondência (em francês), iniciada por carta que mandou ao poeta. O museu Casa Guilherme de Almeida mantém em seu acervo diversos retratos feitos de Baby, por importantes artistas brasileiros, e os objetos e livros que colecionou, juntamente com o marido. Viveu com Guilherme até a morte deste, em 1969.

Casa Guilherme de Almeida: um "pequeno grande museu"

A residência do escritor paulista e de sua esposa, Baby Barrozo de Almeida, concluída em 1946, foi adquirida pelo Estado na década de 1970, e aberta como museu em 1979, com o nome de Casa Guilherme de Almeida. Localizado na Rua Macapá, o museu – um caso raro de museu-casa biográfico e literário – mantém preservadas as características essenciais da antiga residência: nela se encontram os pertences do casal, que incluem um importante acervo artístico, assim como móveis e objetos decorativos, além de um igualmente importante acervo bibliográfico. A Casa conserva todo um contexto histórico-cultural resultante da interação do poeta com seus companheiros do movimento modernista e com

http://www.envolverde.com.br/materia.php?cod=69804&edt=34

Envolverde/Secretaria de Estado da Cultura

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader