> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa noite
Sexta-Feira , 07 de Outubro de 2022
>> Notícias
   
 
Escolas de teatro e circo em São Paulo: nova cara


www.envolverde.com.br - 26.04.10

Escolas de teatro e circo em São Paulo terão nova cara


A SP Escola de Teatro e a Escola de Circo do Estado de São Paulo, agora dirigidas por Ivam Cabral, ganham novas sedes projetadas pela escola de circo francesa CNAC

A Escola de Teatro, Centro de Formação das Artes do Palco, que funciona provisoriamentenas Oficinas Culturais Mazzaroppi e que terá sede definitiva na praça Roosevelt, acaba de receber a incumbência de cuidar também da Escola de Circo do Estado de São Paulo, ambas no âmbito da Secretaria de Estado da Cultura. A Escola de Teatro nasceu há seis meses e já está em pleno funcionamento, com aulas e tudo. Na Roosevelt, a escola está reformando um prédio, vizinho ao teatro d'Os Satyros, que terá um teatro, salas de aula e ensaio, vestiários, administração. Enfim, tudo de que uma escola cênica precisa. A Escola de Circo era um projeto do secretário João Sayad, e seria montada numa área central próxima ao largo do Paissandu.

Agora, a Escola de Circo vai funcionar no parque Belém, no Tatuapé, onde ficava uma unidade da Febem, o antigo Reformatório de Meninas, num área de 11 mil m². A novidade é que agora os dois projetos vão ficar sob a mesma direção-geral de Ivam Cabral, cofundador do grupo Os Satyros, que já é diretor da SP Escola de Teatro. As sedes serão separadas e a direção da escola de circo ficará a cargo de Hugo Possolo, do grupo Parlapatões.

Mas está previsto que os cursos sejam integrados, com aulas de circo na Roosevelt, e de teatro no Tatuapé. O projeto, seja físico, seja pedagógico, da Escola de Circo vem da França, do CNAC, (Centre National des Arts Du Cirque). Na verdade, trata-se de um projeto de estrutura fixa, com alicerces e colunas de metal que sustentam uma grande lona. A criação é do escritório francês Construire. Mas aqui receberá a colaboração do escritório de arquitetura Triptyque. A lona, com cerca de 4.600 m² e 30 metros de altura, e capacidade para 1.200 espectadores em formato arena e 800 em formato palco italiano, ficará anexa ao prédio existente, que é bem grande e já foi demolido internamente.

Dentro dele estão sendo construídas 14 salas administrativas, 11 salas de formação artística, uma cozinha industrial, um refeitório, biblioteca, vestiários, camarins, depósitos e estrutura de apoio. Além disso, estão previstos anexos do circo, criados a partir de contêineres marítimos adaptados para três pequenas salas administrativas, vestiários, camarins, bilheteria, enfermaria e ateliês para equipamentos. A Secretaria de Cultura prevê a inauguração para novembro.

Enquanto as obras são tocadas, o projeto pedagógico está sendo adaptado, e o corpo docente ainda vai ser selecionado. Como na Escola de Teatro, os professores serão escolhidos num processo seletivo seletivo longo, com publicação de editais e tudo o mais. Com relação ao curso, terá a duração de dois anos e será considerado um curso técnico de formação profissional, para alunos que tenham o segundo grau completo. As vagas anuais serão 960. Parte dos aprovados poderá contar com uma bolsa-auxílio de R$ 545.

O projeto pressupõe que a lona seja também usada para shows e espetáculos de produções privadas. E a agenda para 2011 já tem anotações. Por exemplo, em fevereiro estão programadas duas semanas de apresentações da companhia canadense Circus Oz. Em abril está prevista a chegada do próprio inspirador, o francês CNAC, para três semanas de shows. E em maio, além de um festival de teatro, há datas reservadas para o espetáculo "Au Revoir Parapluie", dirigido por James Thiérrée, neto de Charles Chaplin. Enfim, há várias outras companhias estrangeiras, numa programação marcada até o fim do ano, que termina com a apresentação da primeira turma da SP Escola de Teatro.

Portanto, um final feliz.



(Envolverde/Governo do Estado de São Paulo)

http://www.envolverde.com.br/materia.php?cod=73386&edt=40

Envolverde/Secretaria da Educação de São Paulo

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader