> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa noite
Sexta-Feira , 07 de Outubro de 2022
>> Notícias
   
 
Porque a inversão térmica piora a poluição


www.g1.globo.com.br - 29.04.10

Entenda por que a inversão térmica piora a poluição nas grandes cidades


Fenômeno natural é mais comum no inverno.

Do G1, em São Paulo

O professor de geografia do cursinho pH, Robertson Costa, explica como ocorre a inversão térmica e por que esse fenômeno atmosférico natural piora a poluição nas grandes cidades.

Numa situação de normalidade, quanto mais próximo à superfície mais quente é o ar. Conforme aumenta a altitude, reduz a temperatura.

Nos meses de inverno, é comum a chegada de frentes frias. Quando um bolsão de moléculas frias entra em contato com o ar quente, perto da superfície, faz com que o ar quente, que é mais leve, seja jogado para cima. Com isso, o ar frio substitui o ar quente. Nessa situação, ocorre a inversão térmica.

O problema é quando a inversão acontece em áreas com atmosfera poluída. Nesse caso, o ar frio, que é mais denso, dificulta a dispersão do ar e as moléculas de poluição ficam aprisionadas muito perto da superfície.

Para assistir à aula em vídeo, acesse:

http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2010/04/entenda-por-que-inversao-termica-piora-poluicao-nas-grandes-cidades.html

g1.globo.com.br

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader