> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Bom dia
Sábado , 24 de Setembro de 2022
>> Notícias
   
 
Opinião: O significado dos contos de fadas


www.g1.com.br - 19.08.10

Opinião: O significado dos contos de fadas para as crianças

Estrutura simples e definição clara de personagens estimulam imaginação.

Significado da história depende do momento que vive o leitor.

Ana Cássia Maturano

Falar de literatura nessa época em que acontece a 21ª Bienal Internacional do Livro parece coisa comum. As pessoas presenteiam as outras com publicações, estão atentas aos lançamentos e participam das atividades oferecidas no espaço. O público infantil, para variar, costuma ser o alvo principal.

As publicações para crianças têm encantado não só a elas, mas também aos adultos. Geralmente, têm um visual caprichado, com partes gráficas que são verdadeiras obras de arte. Muitas coisas surgem, mas nem tudo tem boa qualidade.

Ao escolhermos um livro para os pequenos, é preciso observar sua qualidade literária, os valores passados e a adequação para sua idade.

Existe um tipo de literatura que parece nunca perder seu espaço. Tem acompanhado a passagem do tempo, transformando-se em versões (livros, peças, filmes, animações) que muitas vezes se afastam do real significado. São os contos de fadas.

Alguns os consideram pouco adequados para as crianças por colocarem o bem e o mal como coisas separadas e de forma estática. Além de trazerem personagens e condutas que podem assustá-las. Sem contar aqueles que os consideram ultrapassados. Acreditam que só se perpetuam por serem cultivados pelas escolas e pais.

No entanto, eles são considerados por um representante da psicanálise – Bruno Bettelheim (\"A psicanálise dos contos de fadas\", Ed. Paz e Terra) – como o que há de melhor em literatura infantil.

A começar pela sua estrutura simples, com a definição clara das características dos personagens (bom/mau, feio/bonito), facilitando a identificação das crianças, e por estimular a imaginação delas.

Os contos de fadas, segundo Bettelheim, ajudam as crianças a dar um sentido para a vida por tratarem de questões humanas universais, como a solidão e a necessidade de se enfrentar a vida por si só, mas de uma maneira simbólica. Ao sugerirem soluções simples para problemas internos, colaboram para o desenvolvimento da personalidade e dos recursos interiores para que as crianças aprendam a enfrentar as dificuldades do crescimento.

Eles são repletos de significados e cada leitor irá extrair o seu de acordo com o momento que vive. Por isso, não devem ser explicados para as crianças, pois dirigem-se ao seu pré-consciente.

É interessante notar como, às vezes, as crianças insistem muito para ler uma determinada história ou ver um determinado vídeo. Provavelmente, essa insistência deve-se ao significado que estejam extraindo da obra.

Sobre se assustarem com determinados personagens ou situações (principalmente no que se referem às punições de alguns personagens), devido ao exagero ou ao seu aspecto fantasioso, devemos lembrar que isso pode facilitar a compreensão das crianças por se aproximarem mais da maneira como veem o mundo, sendo ainda incapazes de compreenderem intelectualmente respostas realistas. Elas dão vida a tudo e têm um senso de justiça exacerbado.

No entanto, para que elas não confundam o real do imaginário, eles devem ser oferecidos a elas quando já atingiram a idade de quatro ou cinco anos, de modo a poderem fazer uma distinção entre essas duas esferas e se beneficiarem de sua leitura. E caso ainda confundam, acreditando em bruxas e monstros, nada como lembrá-las de que tudo é de mentirinha, que é apenas uma história.

Nem toda adaptação resulta em bons resultados. Com esses contos também é assim. As histórias originais têm qualidade superior às adaptações – elas é que devem ser lidas.

Se o sucesso entre algumas crianças se deve à influência dos pais ou da escola, não sabemos. Porém, se eles estão perpetuand

http://g1.globo.com/vestibular-e-educacao/noticia/2010/08/opiniao-o-significado-dos-contos-de-fadas-para-criancas.html

g1.com.br

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader