> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa tarde
Sexta-Feira , 07 de Outubro de 2022
>> Notícias
   
 
Jovens do Mercosul : O Ensino Médio que Queremos


www.nota10.com.br - 21.10.10

Jovens do Mercosul querem ensino que fortaleça integração

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

Mais de 100 jovens dos quatro países do Mercosul - Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai –, da Bolívia e da Colômbia entregaram na terça-feira (19) aos representantes do Parlamento do Mercosul (Parlasul) uma declaração com propostas para o ensino médio no bloco. Segundo a Agência Câmara, os jovens, reunidos em Montevidéu desde sábado passado, integram o Parlamento Juvenil do Mercosul.

Na declaração "O Ensino Médio que Queremos", os jovens pediram a inclusão do ensino das línguas oficiais dos países integrantes do Mercosul nos currículos das escolas de cada nação. Defenderam também a integração de todos os alunos, sem distinção de nível social, etnia ou capacidade, além de transporte e merenda escolar gratuitos e obrigatórios e a garantia de uma educação pública, obrigatória, laica e gratuita.

Foram apresentadas ainda reivindicações relativas ao mercado de trabalho, como a celebração de convênios com empresas para a realização de estágios. O grupo sugeriu também o uso dos meios de comunicação para aumentar a participação dos cidadãos. Por meio de uma página a ser criada na internet, a população dos quatro países do bloco poderá apresentar propostas e questionamentos ao Parlamento Juvenil. "Propusemos que a participação cidadã seja mais ativa e que tenhamos o direito de colocar nossas propostas à frente", disse a representante do grupo de 27 estudantes brasileiros, Larissa Quinelli.

Também constam do documento sugestões na área de gênero, como o estímulo ao equilíbrio de direitos entre homens e mulheres por meio da educação; e a inclusão dos direitos humanos e do meio ambiente como eixos transversais em todas as disciplinas do ensino médio.

No documento final entregue ao presidente do Uruguai, José Pepe Mujica, e aos parlamentares, durante sessão do Parlasul, os jovens pediram ainda a institucionalização do Parlamento Juvenil do Mercosul e a realização de sessões a cada dois anos, com um ano de preparação prévia em cada país.

http://www.nota10.com.br//noticia-detalhe/4079_Jovens-do-Mercosul-querem-ensino-que-fortaleca-integracao

nota10.com.br

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader