> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Bom dia
Quinta-Feira , 23 de Novembro de 2017
>> Notícias
   
 
‘Não’ para os clichês


Revista de História Acessado em 22/05/2014

Alteridade indígena e africana ainda é pouco conhecida pelos professores e retratada de forma superficial nos livros didáticos

Quem são os índios do Brasil? Quais são nossas heranças africanas? Estas perguntas fervilham no meio acadêmico e nas escolas desde a aprovação da obrigatoriedade do ensino de culturas indígenas e africanas.

Como ensinar o que não se conhece? De acordo com dados divulgados pelo IBGE em 2010, mais da metade da população brasileira jamais teve contato presencial com qualquer aldeia indígena e ignora que muitas delas estão localizadas perto dos centros urbanos, e não somente no norte do país. Em relação aos negros, a escravidão é analisada e estudada, mas há pouca atenção para os descendentes dos quilombos. Estima-se que haja atualmente 1.700 comunidades remanescentes de quilombolas distribuídas pelo país, o que poderia tornar seu legado cultural mais próximo das instituições de ensino.

http://www.revistadehistoria.com.br/secao/educacao/nao-para-os-cliches

Revista de História

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





Clique aqui para baixar o Acrobat Reader