> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa tarde
Quinta-Feira , 01 de Dezembro de 2022
>> Conselho de Escola
   
 
Significado de avaliação para mães de uma escola estadual da região central de São Paulo

Heloisa Szymanski

A partir de entrevistas com mães de alunos de uma escola estadual, a autora apresenta um estudo sobre o significado da avaliação para a comunidade escolar. Discute como as mães entrevistadas conceituam avaliação, o que consideram uma avaliação efetiva e quais são as críticas ao processo.

Clique aqui para ler o texto na íntegra. Para isso você precisa ter o programa Acrobat Reader. Para instalá-lo, clique aqui.

"A Escola é tida pelos estratos populares como o único meio de acesso às camadas superiores, e tanto a própria instituição escolar como as aprendizagens que lá se adquirem são muito valorizadas."

"Ao se considerar sem atributos para continuar na Escola, a criança confere legitimidade aos objetivos do processo de ensino, às técnicas pedagógicas e ao próprio processo de avaliação propostos pela Escola. E é nessa legitimação do fracasso que os sistemas educacionais reproduzem a ordem social (BORSOTTI, 1982)."

"Uma das condições que a Escola impõe é o acompanhamento feito pelas famílias. As crianças que não dispõem desse atendimento em casa ficam, porém, prejudicadas. Isso significa que elas chegam em casa sem o processo de aprendizagem completo; mas, nem a Escola nem a família assumem isso e, na avaliação final, é julgada por incompetência primeiramente a criança e, depois, a família - que, no caso, assume a culpa, já que tem responsabilidade pela criança."

"Parodoxalmente, no entanto, os pais estão afastados do processo de avaliação, pois têm de sair correndo atrás dos professores para saberem ao menos as notas obtidas pelos filhos. As notas altas são por sua vez, auto-explicativas, mas as baixas não dizem nada - e é isso o que os pais querem saber quando solicitam maior participação no processo de avaliação."

Publicação: Série Idéias n. 22. São Paulo: FDE, 1994
Páginas: 69-74

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





 Download do      arquivo

Clique aqui para baixar o Acrobat Reader