> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Bom dia
Sexta-Feira , 02 de Dezembro de 2022
>> Avaliação Interna
   
 
A importância dos conteúdos socioculturais no processo avaliativo

Terezinha Azerêdo Rios


Por que na escola se ensinam determinados conteúdos? O que determina a escolha? Quais os critérios envolvidos?
A autora deste texto desafia-nos a refletir porque convidamos nossas crianças a se ocuparem de determinados conteúdos e não de outros. Focaliza a discussão em alguns pontos importantes como: o que se ensina, para que se ensina, por que se ensina, como se ensina, quem ensina e a quem se ensina.

Clique aqui para ler o texto na íntegra. Para isso você precisa ter o programa Acrobat Reader. Para instalá-lo, clique aqui.

"Ao viver determinadas situações, deparamo-nos com inúmeros obstáculos, mas só alguns, entretanto, merecem a denominação de problema - são aqueles que têm uma significação especial em nossa existência e precisam sair de nosso caminho."

"Os conteúdos não são de quaisquer natureza - são conteúdos selecionados/propostos por determinados sujeitos, que mantêm determinadas relações sociais, e que nelas estabelecem formas de atuação peculiares, fundadas em valores criados por eles próprios. Portanto, há importância nos conteúdos, mas é preciso indagar: que conteúdos são importantes? Que conteúdos socioculturais importam na instituição escolar?"

"Não existe "aula expositiva" ou "discussão em grupos" sem um conteúdo; não há na escola regras de gramática ou "Revolução Industrial" sem uma forma de "transmiti-las" aos alunos. E não se "transmite" nada, de "jeito" algum, sem haver uma intenção, uma finalidade."

"O homem é um ser que inventa necessidades. Ele é o ser para o qual o mundo, tal como é, não basta. Então, o mundo social, cultural, histórico, é um mundo pleno de necessidades criadas. São elas que movem a ação e as relações dos indivíduos. E, tal como essa ação e relações, as necessidades estão permanentemente sendo recriadas, transformadas."

"Esta nossa reflexão terá sido valiosa, se tiver indicado que não é no relevo do conteúdo ou da forma que está o cerne da questão. Isto porque há algo essencial: não se pode desvincular conteúdo e metodologia na escola."

"É importante ter em vista (isso), para trazer o conhecimento que o aluno não tem (do contrário não precisaria da escola) e que precisa concretamente ter (por isso está na escola) para participar de sua sociedade."

Publicação: Série Idéias n. 8. São Paulo: FDE, 1998
Páginas: 37-43

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





 Download do      arquivo

Clique aqui para baixar o Acrobat Reader