> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa tarde
Quinta-Feira , 01 de Dezembro de 2022
>> Profissionais da Educação
   
 
Estratégias de desenvolvimento de pessoal no interior da escola

Sonia T. S. Penin

A professora Sonia Penin enfoca neste artigo a questão da formação profissional em serviço, discutindo pontos importantes que podem facilitar e enriquecer a tarefa de planejar o trabalho de desenvolvimento de pessoal dentro de uma escola.

Segundo a autora, essa é uma tarefa coletiva e específica de cada escola. Coletiva, pois serão os próprios profissionais que, a partir de suas reflexões, estabelecerão as estratégias do desenvolvimento e do processo educativo. Específica, pois as reflexões devem se fundamentar na análise do contexto social em que a escola está inserida e na história da própria escola.

Clique aqui para ler o texto na íntegra. Para isso você precisa ter o programa Acrobat Reader. Para instalá-lo, clique aqui.

"O planejamento do trabalho de desenvolvimento dos profissionais da educação no interior da escola pressupõe uma reflexão e uma discussão coletiva sobre cada escola - em particular, suas condições objetivas, considerando dois eixos de análise: a história da própria escola e os reflexos da História e do atual contexto educacional e social brasileiro sobre o cotidiano escolar."

"A partir de uma análise assim realizada, é possível que, com mais segurança, os profissionais da escola, de comum acordo, estabeleçam as estratégias mais valiosas e viáveis que possam trilhar na busca de seu próprio desenvolvimento e do desenvolvimento do processo educativo de que participam."

"Pensar o trabalho de desenvolvimento do pessoal da escola é, em primeiro lugar, diagnosticar as condições objetivas de cada escola e situá-la no contexto do movimento educacional e social mais amplo pelo qual passa a sociedade. Confrontar os determinantes sociais gerais com os locais, procurando equacionar os pontos de estrangulamento, é a melhor forma de se iniciar o trabalho na escola. Todavia, todo diagnóstico deve ter como referência um padrão a se alcançar, um parâmetro em função do qual a análise será feita. É aqui que se apresenta como fundamental que os agentes pedagógicos explicitem seu Projeto de Escola."

Publicação: da Série Idéias n. 3, São Paulo: FDE, 1993
Páginas: 49-52

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





 Download do      arquivo

Clique aqui para baixar o Acrobat Reader