> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Programa Sala de Leitura
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Boa tarde
Quinta-Feira , 01 de Dezembro de 2022
>> Conselho de Escola
   
 
Conselho de escola em São Paulo: etnografia da participação de pais de alunos

Sérgio Luis Avancine

Você acha que os Conselhos de Escola têm se tornado espaços meramente burocráticos ? E que os pais se interessam cada vez menos em participar das atividades da escola? Neste relato, o autor mostra que a realidade pode ser diferente, baseado em uma pesquisa realizada em escolas da periferia de São Paulo. Avancine faz um breve histórico e fala dos problemas da implantação e das possibilidades de atuação do Conselho de Escola.

Clique aqui para ler o texto na íntegra. Para isso você precisa ter o programa Acrobat Reader. Para instalá-lo, clique aqui.

"... constatei inúmeras dificuldades na presença popular dentro do estabelecimento de ensino, por outro verifiquei que se podem autorizar esperanças nos processos democratizantes formais admitidos na Escola Pública."

"... a participação dos usuários acaba por emprestar à Escola uma força política maior que a que dispunha anteriormente, na medida em que se potencializa seu poder de pressão sobre órgãos superiores do sistema de administração da rede educacional e aumenta sua chance de obtenção de recursos e condições mais propícias para a realização de seus fins."

"Os conselheiros [concordam] no reconhecimento da possibilidade de crescimento pessoal no decorrer do processo de abertura a uma participação mais ampla propiciada pelo órgão colegiado. Tal crescimento se refere basicamente à autopercepção enquanto pessoa portadora de direitos, portanto à aquisição da noção de cidadania e também ao entendimento da Escola enquanto serviço público.(...) Neste sentido, mesmo a simples possibilidade de presença física das mães de alunos conselheiras dentro do espaço escolar já pode representar um avanço."

"A garantia institucional-legal da participação tem-se mostrado (...) um fator de grande importância. De fato, foi com base nessa garantia que se possibilitaram os mais decisivos enfrentamentos nas escolas.."

"... se a participação popular não é a panacéia da Escola, ela pode sim jogar internamente o papel de importante fator alavancador de melhorias diversas para o estabelecimento de ensino."

Publicação: Série Idéias n. 12. São Paulo: FDE, 1992.
Páginas: 67-74

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





 Download do      arquivo

Clique aqui para baixar o Acrobat Reader

 Etnografia

 Panacéia