> Sistema Documentação
> Memorial da Educação
> Temas Educacionais
> Temas Pedagógicos
> Recursos de Ensino
> Notícias por Temas
> Agenda
> Café Cultural
> Publicações Online
> Concursos & Prêmios
> Diário Oficial
> Fundação Mario Covas
Bom dia
Quarta-Feira , 16 de Abril de 2014
>> Desenvolvimento e Aprendizagem
   
 
L. S. Vygotsky: algumas idéias sobre desenvolvimento e jogo infantil

Zilma de Moraes Ramos de Oliveira


Você já parou para pensar na importância do jogo infantil para o desenvolvimento da criança na faixa etária de 0 a 6 anos? A primeira parte deste texto apresenta importantes argumentos da teoria de Vygotsky a respeito do desenvolvimento cognitivo.
Na segunda parte, a autora apresenta conceitos desse mesmo psicólogo que ajudam a refletir sobre a importância da brincadeira para o desenvolvimento infantil.

Clique aqui para ler o texto na íntegra. Para isso você precisa ter o programa Acrobat Reader. Para instalá-lo, clique aqui.

"Segundo Vygotsky, no processo de desenvolvimento, a criança começa usando as mesmas formas de comportamento que outras pessoas inicialmente usaram em relação a ela. Isto ocorre porque, desde os primeiros dias de vida, as atividades da criança adquirem um significado próprio num sistema de comportamento social, refratadas através de seu ambiente humano, que a auxilia a atender seus objetivos. Isto vai envolver comunicação, ou seja, fala."

"Vygotsky cria um conceito para explicitar o valor da experiência social no desenvolvimento cognitivo. Segundo ele, há uma ‘zona de desenvolvimento proximal’, que se refere à distância entre o nível de desenvolvimento atual – determinado através da solução de problemas pela criança, sem ajuda de alguém mais experiente – e o nível potencial de desenvolvimento – medido através da solução de problemas sob a orientação de adultos ou em colaboração com crianças mais experientes."

"A brincadeira fornece, pois, ampla estrutura básica para mudanças da necessidade e da consciência, criando um novo tipo de atitude em relação ao real. Nela aparecem a ação na esfera imaginativa numa situação de faz-de-conta, a criação das intenções voluntárias e a formação dos planos da vida real e das motivações volitivas, constituindo-se, assim, no mais alto nível de desenvolvimento pré-escolar."

Publicação: Série Idéias n.2. São Paulo:FDE, 1994.
Páginas: 43-46

Para mais informações clique em AJUDA no menu.

 





 Download do      arquivo

Clique aqui para baixar o Acrobat Reader

 Vygotsky e o Papel das Interações Sociais na Sala de Aula.

 A Atividade da Criança na Idade Pré-escola.

 A Utilização do Jogo na Pré-escola.
 Cognitivo

 Zona de Desenvolvimento Proximal

 Volitivas
 LA TAILLE, Y.

 DAVIS, C.; SOUZA E SILVA, M.A.S. & ESPOSITO, Y.L.

 OLIVEIRA, M.K.

 PINO, A.

 REGO, T. C.

 VYGOTSKY, L.S.

 L. S. Vygotsky.